segunda-feira, 20 de abril de 2009

Reasons to Go On

Eis essas palavras:

"O que era um blog para mim? Bom, eu achava que era uma página que eu poderia encher de gifs reluzentes e corações, e as pessoas entrariam e diziam: “Oh, que lindo, adorei seu cantinho” E foi com esse pensamento que eu entrei para a blogosfera no início de 2007, nem preciso contar que de lá para cá eu já tive milhões de blogs (brincadeira, foram só 10), eu usava layouts extravagantes que eu encontrava por aí e fazia dele um diário virtual, contava tudo sobre a minha vida, desde que eu acordava até a hora de ir dormir. Alguns deles até que fizeram sucesso, outros viviam às moscas que ninguém ia visitar. Eis que surge o problema, eu enjoo muito rápido das coisas e com os blogs não foi diferente.

No decorrer de dois ou três meses eu me cansava, excluía e logo em seguida criava outro, eu tinha gosto de ficar horas pensando em outro nome mais legal para colocar e comentando no blog das amigas para dizer que eu estava de endereço novo. Meu intuito com blogs sempre foi de deixar algo no mundo quando eu não estivesse mais nele. Eu sonhava que algum dia alguém iria ler aquelas baboseiras, sem a mínima noção de gramática ou sentido. Porém em 2008, eu fuçava em blogs por aí quando encontrei um amigo, com um blog visitado e cheio de comentários, os textos dele eram belos e eu imaginava nunca ter criatividade para fazer algo parecido, minhas poucas tentativas foram simplesmente desastrosas. Eu comentava no dele, mais ele não sabia o que comentar no meu, já pensou uma pessoa formada comentar em um texto de uma garota boba que contava o que tinha feito na escola e sobre garotos?

Até que um dia ele me deu um “puxão de orelha”, literalmente. Falou que eu tinha capacidade de fazer melhor, de escrever coisas da minha vida, só que em 3° pessoa e tentando dar um toque de emoção a tudo. De início eu amei a ideia, mais desisti logo em seguida. Eu não conseguia escrever palavras bonitas e quando conseguia, eram apenas meras duas linhas no máximo. Foi aí que eu abri meus olhos e tentei melhorar meu vocabulário, comecei a ler mais, que desde pequena foi uma das minhas paixões e assim fui tendo mais assuntos para escrever meus textos, que passaram de minúsculos, para enormes! E aqui estou, resolvi comprar um domínio e agora é oficial."
(...)

Fonte: http://invisibleluv.com/?page_id=7

Isso sim pode traduzir a satisfação que é poder ajudar alguém de alguma forma. Agradeço à Jéssica, minha querida amiga, e dona dos maravilhosos blogs "Invisible Luv" e "A Menina dos Olhos de Mel" por ter me permitido tamanha satisfação, e agradeço acima de tudo a Deus, por me dar a chance de com pequenos gestos fazer com que alguém se sinta mais capaz, e consequentemente mais feliz!

7 comentários:

Jéssica disse...

Ameiiiiiiiii Ví!
Obrigada pelo puxão de orelha, pode ter certeza que ele foi fundamental para mim! Sempre irei lembrar desse seu gesto, de você, dos seus conselhos, até quando eu estiver velhinha!
Sua amizade é um presente de Deus!
aaaaah que pena que o Invisible Luv não existe mais.
mesmo assim, te amo!

beijos

Nadezhda disse...

E é satisfatório para os dois lados!

;)

Jeeh disse...

Ví, aqui estou eu com meu mais novo blog, sim esse agora será o oficial,depois te explico o que ocorreu com o meu antigo, você sempre me falava para criar um na blogspot, certo? Pois é, espero ficar muito tempo por aqui e sempre virei aqui no Pensamentos e Realidades.
Obrigada mais uma vez pela homenagem, é muito importante para mim!
Estou seguindo você tá? ♥♥
beijo

Cαmilα ♥ disse...

AMizade é isso!

BeijOs querido!

Ariana disse...

É sempre satisfátorio vir aqui!
Realmente suas palavras ajudam mto!


bjo

*Raíssa disse...

É sempre bom ajudar os outros dessa maneira! Já fiz até um post sobre esse assunto.

Beijos

Tataahzinha disse...

Adorei muito o post!
Cheio de clareza..!
Espero que nao desistas do seu blog jamais visse!?
saudades! ;*
adc no novo msn:
taataah.__@hotmail.com

beijinhos!