sábado, 8 de agosto de 2009

Duelo de Religiões

Não, eu não estou recorrendo a um tema polêmico para receber mais "comentários" no post! Muito menos estou buscando aquela verdade dita absoluta, muito embora algumas pessoas assim o façam. Minha idéia ao escrever estas palavras é simplesmente tentar passar um pouco de uma mensagem que, no meu ponto de vista, deveria ser universal e totalitária, principalmente porque crê-se que Deus está sim, acima de todas as coisas.

Temos acompanhado ao longo dos anos um verdadeiro duelo entre crenças. Cada uma é mais "correta" que a outra. Cada uma traz a salvação imediata, agora, já, neste momento, desde que se siga aqueles preceitos, muitas vezes gritados aos quatro ventos (literalmente) até mesmo para que não os deseja ouvir. Pessoas têm sido levadas a entender que o cristianismo dita determinadas ordens e dogmas que devem ser cumpridos a ferro e fogo, independente do que ou de quem eles atinjam, ou de que preceitos sociais eles possam derrubar, "em nome de Deus".

Enquanto eles se matam, eu chamo atenção para um princípio que na minha humilde opinião é fundamental para a sobrevivência, seja sob que crença for: RESPEITO.

RESPEITO: s.m. Ato ou ação de respeitar. / Sentimento que leva a tratar alguém ou alguma coisa com grande atenção, profunda deferência; consideração, reverência: respeito filial.

Sim, fiz questão de expor o significado dessa palavra provindo do nosso querido Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. Como se pode ver, respeitar não é simplesmente não assassinar as pessoas que não acreditam nas mesmas coisas que eu, e sim aceitá-las como normais, filhos de Deus iguais a mim, com os mesmos direitos, deveres e talvez necessidades. É saber que existem diferenças, e que estas diferenças devem ser compreendidas como algo natural, e não como motivo de julgamentos idiotas. Ao contrário disso, o que existe em muitas religiões é um preconceito exacerbado com relação às diferenças de crenças. Nada mais ridículo e pequeno, diante da imensidão que é Deus. Deveria haver, inclusive, algum tipo de punição criminal para comentários preconceituosos no que concerne às religiões, visto que é um tipo de preconceito como qualquer outro. Quem sabe indo parar na cadeia, certas pessoas aprenderiam o significado real da palavra respeito.

Pois há religiões que não entendem isso, e eu, na minha abstrata ignorância, não entendo como pessoas assim podem denominar-se cristãos. Então se eu não pertenço a esta ou aquela Igreja, queimarei no fogo do inferno? Se eu beber minha suada cervejinha no fim de semana, estarei condenado para a eternidade, e não sou "de Deus"? Comer carne vemelha na Páscoa me torna um pecador (como se eu já não o fosse)? Ler um livro ou assistir a um filme que questione uma determinada crença, é coisa do capeta? Que crença é esta que não pode ser questionada? Que religião cristã não se permite responder a questionamentos de pessoas normais que apenas querem entender algo que porventura não entendam? Quem são essas pessoas que se julgam donas da verdade absoluta, e possuem uma procuração assinada pelo NOSSOSENHORJESUSCRISTO, para falar em nome Dele, e assim julgar os que vão e que ficam? Não, eu não entendo! Eu acredito sim, na cumplicidade! Acredito no amor ao próximo seja ele de que raça, sexo ou religião for, acredito em ajudar aos necessitados, em dividir o pão, e não em tomar o pão alheio, que já é escasso. Eu acredito em Deus, e exatamente por causa de "religiosos" presentes em cada galpão de esquina, em cada Igreja-Comércio, em cada castelo luxuoso - que me dão nojo - é que deixei há tempos de acreditar nos seres humanos!

27 comentários:

Camilla disse...

Nossa amor! Falou tudo. E ainda mexeu na chave principal: respeito. Sem ele as pessoas continuarão a passar uma por cima das outras, como se fossem donas da verdade absoluta e inegável.

Ficou ótimo o texto!

Te amo, beijo!

Giselle disse...

bom falar de religiao é complicadíssimo ...
Sou católica e espírita e respeito cada um, as hj em dia se nós falarmos em ignorância, acho que não é bem nós cristão que somos hein?
Há tantos que apaontam, há tantos que usam cabelos compridos e por trás, hummmm
Como disse é complicado, mas vc disse a palavra chave, respeito ...
Beijos e linod fim de semana

Vampiric Rose disse...

Eu poderia comentar este texto sobre um assunto do meu dia-a-dia. Mas...

*Vergonha e preguiça*
Muitas pessoas virão aqui, dirão ser mente aberta e talz, mas nos dias usuais, que nada! Existem várias formas de desrespeito. Por vezes a religião se torna razão de humilhação, e de zombaria que excede dos limites. Ontem, quando pesquisava sobre bullying no "gugol" encontrei uma reportagem de suicídio por este mesmo tema. Tem coisas que machucam, como por exemplo, chamar alguem de 'crente do cu quente', sabe se lá o que aquela pessoa passa? Ou chamar uma espírita de macumbeira? E se tal pessoa estiver numa situação difícil? Como que fica? Muito complexo. Todos deveriam fazer um mínimo de idéia quanto a esta temática: RESPEITO!

Daniel Moraes disse...

Quem acha que religião salva está crendo em uma ideologia, não em Deus. Cristo pregou a Fé e não religião. Um abraço.

http://contesta-acao.blogspot.com

@philipsouza disse...

As vezes a falta de respeito faltam em muitos.....
ninguem tem a voz da verdade pq sempre seremos apces a necessitar de alguem...


gostei daqui..postagens com muita atualidade e discussao
abraços

Ana B. disse...

Falar de religião é complicado e sempre gera muito assunto, muitas conversa.
Eu concordo com tudo que você disse,
acredito no que você disse. Não tem nem praticamente oque comentar.

" Então se eu não pertenço a esta ou aquela Igreja, queimarei no fogo do inferno? "

Adorei o texto, gostei mesmo.
Parabéns! Beijo :*

, pequena notável # disse...

Você falou bonito sobre tudo isso. Mas ainda não dá pra entender porque esse povo faz tudo isso né ?
Fico imaginando o que Deus pensa sobre isso..

Thais Motta disse...

Vinicius , brigado pelo comentário no meu ultimo post lá no blog .Pode contar cmg sempre tb viu ?

Mais tarde eu volto aqui pra ler esse post com mais calma !

Um beijo!

Moni disse...

acima de qq religião o respeito é tudo!!! beijos

Atreyu disse...

Respeito e dignidade sempre!!!
Religião nenhuma é maior que Deus.
Acho que acima dos dogmas, idéias, julgamentos está o verdadeiro sentido da coisa
Fazer o bem
Amar

Marcela disse...

Sabe o que me deixa mais... intrigada?

Todos querem salvar, querem a paz, querem o amor, mas se eles fazem guerra entre si, como seus fiéis farão diferentes?

Há muito não vou em igrejas, me encontro com Deus na hora em que eu quiser, basta eu puxar conversa.

Abraços!

Fernanda disse...

Nossa... falou td msm!
Sou batizada na católica, mas frequento uma igreja evangélica...
sei q ha preconseitos e ambas instituições religiosas, mas eu não consigo entender o porque já q o Deus dessas duas igrejas é o mesmo!!!!!
Adorei seu post!
beijos

Heloísa Vilela disse...

Nada contra, mas é que eu sinto que um lugar que é a "Casa de Deus" ser tão intolerante, simplesmente não é pra mim. Se perguntar, sou Católica, mas nem sou praticante e tal.
Eu conheci alguns lugares, evangélicos, católicos, espíritas, até Seicho-No-Ie e sei lá mais o que, e sabe, eu conclui que religião não é o caminho pra Deus.
Uma vez, visitei uma igreja evangélica, pra conhecer e matar a vontade da minha tia (alienada, por sinal) e o pastor perguntou se podia me exorcizar, pra tirar sei lá o que da comunhão que eu fiz...
Cristo realmente, nunca pregou religião e nenhuma dessas palhaçadas.
É uma pena que esse tipo de pessoa, faça a cabeça de um povo com a mente tão fraca.
É o que diz a música (Fátima, do Capital)

Vocês esperam uma intervenção divina
Mas não sabem que o tempo agora está contra vocês
Vocês se perdem no meio de tanto medo
De não conseguir dinheiro pra comprar sem se vender
E vocês armam seus esquemas ilusórios
Continuam só fingindo que o mundo ninguém fez
Mas acontece que tudo tem começo
E se começa um dia acaba, eu tenho pena de vocês ♪

Bom, já te amolei demais.
Parabéns e um abraço

Srtª Elis: disse...

Assim meio complicado isso de religião.... mais assim eu evito falar muito sobre mais eu acho legal.. a pessoa ter algo a se apegar a se aprofundar ... são nuances do que fazem parte do ser humano... onde existe o ser humano em forma de homem sempre existira pessoas delegadas a se auto estima sobre a vida sobre suas crenças....srsrs vamos viver vinicuis... afinal tb somos humanos...rsrs!
xeroo!

HSLO disse...

É algo de grande importância escrever sobre religiões fazendo essa pontuação. Observo que existe uma falta de respeito principalmente por quem é seguidor do Candomblé. É preciso que a sociedade aprenda a respeitar a escolha de cada um.

________

Gostei muito do seu blog e quero ser seguidor.

Vou te linkar aos meus favoritos.

Abraços

Hugo

Atreyu disse...

O que cura é Deus.. acho que a religião apenas pode apontar uma direção, mas essa não é uma verdade incontestável ou possui o poder de descriminar ou decidi o que é certo e o que não é.

Atreyu disse...

Gostei que comentei de novo @@
KkK –QQQ
___________________________¬¬³

Kaka disse...

pois eh.. eu num acredito em nada

xD

nem nas pessoas, nem nas religio~es, nem em deus, em alguns casos nem em mim mesma.

, pequena notável # disse...

Passando aqui pra agradecer seu comentário.
Por sinal, não se assuste ! Minha cidade é muito boa de se morar, só queria mostrar o contraste da nomenclatura de bairros/ruas/praças e o que podem acontecer nelas.
;*
L.

Cantodomeucordel disse...

Esse é um tema verdadeiramente tabu e sobre o qual nunca haverá unanimidade.

Valeu a mensagem bem escrita.

Poético abraço de Gilbamar.

' Josi Keller disse...

Oii
Brigada pelo comentarioo, volte sempree
E poxaa .. é somente disso qe a gente vive neh ?
Da esperançaa ..
Oii
Brigada pelo comentarioo, volte sempree
E brigadaa .. rsrs, é muito bom saber a opiniao de pessoas qe eu nao conheçoo .. pq assim , eu sei qe realmente sao verdadeiiras .. '-'
Beijaoo

Aline Kamaroff. disse...

Obrigada por sua visita.
Nossa! Adorei o post.
E tenho dito.

Beijo, beijo.

Lemos, Fernanda. disse...

Bom, cada um crê no que lhe convém.
A menor intenção de ser melhor já é amor!

Obrigada pela presença constante.
Seus posts são excelentes, parabéns.

Beijos ;*

Simone Schuck disse...

É, eu também não entendo. Também não entendo que os religiosos se amem uns aos outros e condenem os ateus. Não entendo.

E por causa disso, já deixei de acreditar em deus e nos homens.

Simone Schuck disse...

É, eu também não entendo. Também não entendo que os religiosos se amem uns aos outros e condenem os ateus. Não entendo.

E por causa disso, já deixei de acreditar em deus e nos homens.

Simone Schuck disse...

É, eu também não entendo. Também não entendo que os religiosos se amem uns aos outros e condenem os ateus. Não entendo.

E por causa disso, já deixei de acreditar em deus e nos homens.

Menino-Homem disse...

bela reflexão,
realmente conviver com as diferenças é algo tão discutido, mas muito simples de ser solucionado: "respeito". isso mesmo.

gostei do blog,
conhecimento bom.

abraços,
continuemos...