sábado, 13 de setembro de 2008

Recomeçar

Vida nova!

Sempre depois de uma grande tempestade, é necessário que haja uma bonança, mesmo que esta seja mediana. A vida às vezes nos traz provações incríveis, daquelas as quais nunca imaginaríamos que seríamos capazes de sobreviver, mas nestas horas, é preciso ter fé. Fé em tudo o que aos poucos construímos, no que aprendemos e no que vivemos durante a nossa trajetória. É preciso acreditar, acima de tudo, numa força maior que rege as leis e que faz com que nosso coração se acalme diante de qualquer adversidade, independentemente do tamanho que ela tenha. E é preciso acreditar, principalmente, na força interior do ser humano. Esta que cada um de nós tem, e ás vezes não conseguimos encontrá-la. Mas quando a cruz é muito pesada, esta força surge do nosso interior repentinamente e oportunamente, e transforma nossa dor em algo ao menos aceitável.

Aceitar!

Porque não há outra saída! Porque a vida é algo que embora efêmero, ainda vale a pena, apesar de todas as dificuldades que este mundo de egoísmo e mesquinhez nos traz dia após dia. O abraço de um amigo, o sorriso de uma criança, o afago de um animalzinho de estimação, ou o nascer do sol, por exemplo, são coisas que por si só, fazem com que a existência ainda valha a pena.

E a dor...

Vai se transformar em saudade, mas aquela saudade boa de sentir... e neste momento falo em saudade de uma forma que nunca pude falar, porque jamais pude sentir uma saudade como a que sinto agora. Saudade do que sempre foi meu, do que sempre esteve ali de forma incondicional e extremamente amável. Mas que esta saudade possa ser mais uma forma de aprendizado e que esta dor possa abrir-me os olhos para as coisas que inconscientemente eu deixei passar durante todos esses anos. 

Então, sejamos mais tolerantes, aceitemos mais, conversemos mais e acariciemos mais àquelas pessoas que de fato amamos. Vivamos um dia após o outro tentando sempre fazer com que as pessoas ao nosso redor se sintam felizes por estarem ao nosso redor... vamos distribuir sorrisos, não importa o quão isso seja difícil e o quão grande seja o nosso sofrimento... sempre há pessoas que precisam de um abraço forte e de um sorriso que vem do fundo do coração. Vamos aprender a apreciar mais as coisas lindas que Deus coloca diante dos nossos olhos a cada segundo, e que muitas vezes, devido à correria do dia-a-dia, simplesmente desprezamos... e vamos tentar não correr tanto, pois não vale a pena. Façamos apenas o necessário para sobreviver, humildemente, sem tantos anseios materiais, pois disso não depende nossa vida. Ela é muito frágil, vai-se facilmente quando é o momento ( e este nunca saberemos ), e nada do que conquistamos em termos materiais, nada daquilo por que tanto lutamos e tanto corremos significa nada quando é chegada a hora de partir. Tudo ficará aqui, em cima da terra, para que outros tomem proveito, enquanto nossa alma vagará pela eternidade, levando com ela apenas os bons momentos que pudemos viver e proporcionar durante a nossa passagem.

E que estas palavras possam ser de serventia para todos aqueles que sequer imaginam viver uma grande perda. Infelizmente ou felizmente, na natureza existem leis, e leis devem ser cumpridas. O que vale mesmo é o amor que somos capazes de dar e de receber. Não desejo que sigam o meu exemplo, de repensar e recomeçar somente após uma dor incomensurável, mas que possam entender o real significado de valorizar QUEM amamos, e não AQUILO que julgamos amar!

PS - De volta à blogosfera!

19 comentários:

Quase Trinta disse...

Eu estou no meio da tempestade, mas o q me faz continuar é justamente isso, saber q a tempestade vai ter fim e depois dela um lindo dia de sol virá....
bem vindo de volta

Mariana disse...

Que bom que está de volta...

é sempre bom ter você por aqui...


A tempestade passará com o tempo e só lhe restará coisas boas...

beijos carinhosos de alguém que sempre lhe quer bem...

:)

*Raíssa disse...

A dor com certeza se transformará em saudade, e uma saudade boa de sentir, como você mesmo disse.

Depois do último paragráfo perfeito do post, não tenho mais nada a dizer.

Bem-vindo de volta! :)

Beijos

Nadezhda disse...

Acontecem coisas na vida da gente que nem sempre compreendemos de primeira. A perda, por exemplo. Mas é necessária, por mais sofrimento que cause.

E o mais bonito é que você soube enxergar o lado bom e o que realmente importa na vida ;)

Lizzie disse...

Que bom que voltaste! A vida necessita recomeços às vezes.


Mas não abandone a blogosfera, viu?

Beijocas
www.lizziepohlmann.com

Ni ... disse...

E que volta mais gostosa de ler... ;-)

Beijo e mais beijos...

Idylla disse...

COm certeza depois do vento sempre vem o pôr do Sol espero que esteja bem....
beijoss =)

Idylla disse...

Que Deus te de forçasss muitas forçasss p continuar lutando pq eu sei que deve ser fácil....e que bom q voltouuu....=))))

KaKa Fuinha disse...

é meu caro... dar valor as coisas as vezes é mais dificil do que parece
a correria nos impede de fazer mta coisa... vc já sofre com isso, imagina eu que moro em são paulo
:D
a merda é que a gente só repara nessas coisas depois que algo mais grave acontece, devia existir alguma maquina pra dar um tapão na gente toda vez que a gente deixa de dar valor pra alguma coisa
:D

e é bom saber que vc está de volta à blog-esfera
:D
seja bem vindo de volta

Camilla disse...

Que bom que você voltou!!

E qualquer coisa pode contar comigo...

Beijos

Nina Ferreira disse...

Oba!

Bom te ver por aqui novamente.
Não some de novo não.
É difícil ficar sem te ler. =)

Beijos.

biazinha disse...

Não há mal que sempre dure ou sofrimento que perdure, dia a sabedoria popular.
Sê bem-vindo de volta!
Beijos.

Camila disse...

Oh Amor que bom que voltou!
Sinto-me muito feliz por tê-lo novamente em meus Caminhos!
Desejo-lhe sorte e estou a disposição para o que precisar.
Conte comigo sempre.
Gosto muito de você!
Beijosss

Ps. Assim que vc tiver um tempinho quero lhe convidar a fazer um post em lá no meu canto, tá?

Cá mi la disse...

Ninguém por mais dor que tenha sentido na vida pode te dizer:
- È eu te entendo!
ou
- È complicado, é dificil..

Realmente não tem palavras para tal sofrimento.. È o sofrimento e pronto. E ninguem além de voce para saber como e quando superar tal perda..

FICO FELIZ POR TER VOLTADO NOS DOIS BLOGS! =)

Espero que esteja gostando da história nova! bjoo

Camilla disse...

Eu sabia que tudo ia ficar bem!

É isso aí, FORÇA SEMPRE!
Estarei sempre aqui!

Tem um meme no meu blog esperando por vc... =)

Bjooooos

paula barros disse...

A saudade sempre se fará presente, com o tempo ameniza. As lembranças sempre surgem. O importante é a lição que já está tirando do momento. O discernimento, a lucidez, essa compreensão da dinâmica da vida ajuda nesses momentos, e você está tendo.
Força, siga o seu caminho com seu coração. Com certeza é isso que ela deseja.
abraços

Idylla disse...

Viniii...presentinho p/ vc la no blogggggg, espero q goste!! bjoo =)))

Muriel Pando Pereira disse...

Desculpe não ter respondido antes o comentário, estava sem tempo de atualizar o blog.
Muito obrigada pela visita e pelo seu comentário, volte sempre!
Beijão!

Nunca é tarde para ser feliz! disse...

Amei o post... amigo já passei por muitas tempestades, em algumas delas pensei que fosse morrer... mas sempre deu certo, e acho que o grande segredo dessa vida é aprender com cada uma das tempestades que sobrevivemos... rsrsrsr... Bjs