sábado, 26 de abril de 2008

Errar é Humano?

É que o passado não volta mais. Basta olhar um pouco para trás para enxergar todos os erros que cometemos, todos os nossos desvios, e todas as coisas que podíamos ter feito melhor. No entanto, não podemos mais corrigir nada disso. O que fizemos de bom quase sempre fica perdido no tempo, mas as nossas falhas perduram para sempre como sombras em nosso presente e fantasmas em nosso futuro. O que revolta é o fato de que embora todas as coisas sirvam para um aprendizado, dificilmente a vida traz situações semelhantes para que possamos usar o que aprendemos com nossos erros. O que costuma surgir diante de nós são novas situações das quais nada sabemos, para que possamos continuar cometendo erros e mais erros, e aprendendo tudo, que não vai servir para nada. E repito que se porventura acertamos em algo, facilmente essa benfeitoria se anulará diante do próximo passo em falso que dermos.

Fico imaginando qual o real sentido de aprendermos com os nossos erros, se nunca teremos a oportunidade de corrigi-los. As coisas e as pessoas que se vão, não voltam mais. As melhores oportunidades surgem uma única vez em nossas vidas, e se deixamos passar, mesmo reconhecendo o erro, elas jamais voltarão. Então de que adianta errar e aprender? Estamos fadados a errar e sofrer as conseqüências dos nossos erros até o fim dos dias, e o nosso aprendizado nada mais será que uma vaga experiência em nossa “maturidade” mitológica e utópica.

É por isso que dizem que a felicidade encontra-se nas pequenas coisas. Somente essas pequenas coisas podem transformar nossa vida em algo mais alegre, visto que vivemos de momentos, e momentos também são pequenos. Amanhã passa! Se eu não esquecer, o outro vai esquecer, e assim segue a vida.

“Errar não é humano, depende de quem erra, esperamos pela vida, vivemos só de guerra” (Renato Russo)

4 comentários:

Juliana A. disse...

adoro a musica do renato russo....
e tambem gostei do seu texto

um beijo

Teresa disse...

errar pode até ser humano... mas fico concordo com Renato Russo quando diz que depende de quem está errando e o erro que está cometendo.

=*

Camilla disse...

Um texto tão bem escrito e ainda finalizado com uma frase do mestre Renato Russo... nossa... pirei.

Errar... é humano. Na verdade, o ser humano é um grande erro, mascarado. É verdade que o erro não vai se desfazer, mas não podemos esquecer do aprendizado, mesmo que ela não desfaça o erro. Isso ajuda a tomarmos decisões melhores no futuro.

Ah... não sei se você gosta de selos, mas indiquei você para receber um... la no meu blog.

Beijão!

até mais

Flávia Fabri Cesário disse...

Já vivi situações em que pude avaliar meu passado e meus erros e acertar em novas oportunidades que a vida me deu.
Acho que depende da pessoa. Aquele que não sabe olhar o passado, que não compreende seus atos como erros, jamais aprenderá e absorverá o que viveu, de bom ou de ruim.
Já comentei sobre isso no meu blog. Sou muito ligada ao meu passado, sou mto introspectiva, então em novas situações, passo pelo meu passado, pra lembrar de alguma coisa parecida que tenha feito. Caso a ação tenha sido errônea, procura fazer diferente. Acredito que a vida sempre traz novas oportunidades. É um processo cíclico.
Beijos!