segunda-feira, 13 de setembro de 2010

O Tempo


Dizem que ele é o senhor de todas as razões. Dizem também que ele é o dono de todas as verdades. Uns acham que é dolorido, que magoa, que faz mal, maltrata e envelhece. Outros acham que ele ajuda-nos a melhorar, a amadurecer, a crescer como pessoas e nos traz todas as respostas que tanto buscamos ao longo dos nossos dias.

Eu concordo com tudo. Humildemente afirmo que o tempo é o dono da minha vida, embora eu ainda não tenha aprendido a lidar com ele. Sua instabilidade, o "fazer mal" e "fazer bem" que ele proporciona, o fato de ele às vezes demorar demais e outras vezes passar muito rápido... não consigo compreendê-lo, não consigo processá-lo e muito menos controlá-lo. Ele tem uma força única maior que todas as outras forças mundanas, e não se preocupa com as consequências que suas atitudes podem causar. Algumas vezes elas são boas, outras não. Mas sem dúvidas, o tempo me causa medo, porque tudo que desconhecemos nos causa medo. Medo do que virá amanhã, medo do que passou e pensamos ter sido certo e no entanto foi errado, e medo, inclusive, do presente, porque o tempo é tão dono de si que não sabemos nem mesmo a respeito do NOSSO tempo. É difícil conviver com isso, mas acima de tudo, é preciso.

Porque a vida depende do tempo, os sonhos dependem do tempo, a felicidade e a tristeza são parte dele, e nós, pobres mortais, somos reféns da celeridade com que ele deseje nos levar dessa vida para sempre, porque o tempo é o nosso deus mundano, e somente o Deus criador pode entender suas particularidades.

Como refém, me coloco a disposição deste tempo... que passa, e não passa.

3 comentários:

Eu e as minhas circunstâncias.. disse...

Sempre o tempo, dê a ele o que ele precisa, tempo.

O tempo se encarrega de colocar tudo no lugar, não atropelemos e tb não cruzemos os braços.

Patrícia Lara disse...

Olá, Vinícius.

Belo texto!

De fato, o tempo é o senhor de todas as coisas... querendo ou não, estamos a mercê dele. Ótima reflexão...

Beijos,
Patrícia Lara

Ariana disse...

O tempo,sempre ele! O dono de todas as respostas!

Lindo texto, perfeito!


Beijos