sábado, 14 de fevereiro de 2009

Back to My Place


Bom, depois dessas lindas palavras transcritas pelo amor da minha vida, e desse tempo off devido a problemas técnicos (tanto no computador como no meu cérebro), estou de volta, sem muita coisa a dizer. É complicado falar de momentos, porque somos feitos de uma junção das coisas que nos aconteceram, que nos acontecem, e que provavelmente ainda vão nos acontecer. Mas é importante, antes de tudo, esclarecer que me sinto feliz. Muitas coisas tem acontecido, e ás vezes eu me sinto um pouco perdido. Mas aprendi a ter uma visão mais macro da vida, e deixar de lado algumas coisinhas pequenas que sempre nos incomodam muito... afinal, são coisinhas pequenas, não é mesmo?

O importante é ter paz, alimentar a auto-estima, saúde, amar e ser amado, e seguir em frente tentando fazer da vida algo mais agradável. Embora clichê, a maior verdade do mundo é o dito que nos diz que a vida é simples demais, e nós temos a maldita mania de complicá-la.

Tudo tem sido novo demais para mim, mas eu me sinto preparado para encarar essas novidades. Olho o horizonte e vejo muita coisa boa, muita esperança... olho para trás e vejo que não fui tão mal. As coisas que construí, as pessoas que ficaram em meu passado, e aquelas que continuam presentes, me deixaram coisas boas também. Eu vivi, aprendi, e continuo vivendo e aprendendo e errando e acertando, como qualquer ser humano, e não sei porque ainda me pego chorando quando a dor aperta... talvez seja porque eu seja de fato um ser humano.

Este não foi um post filosófico, muito menos literário. Foi mais no estilo autobiográfico mesmo, ou dear diary, mas que seja! Não temo mais palavras menores, não temo mais os julgamentos, e muito menos temo os desafios. Já os tenho por demais, e aprendi a lidar com cada um deles. Peço desculpas pelo sumiço temporário, e prometo, em breve, visitar todos os meus queridos blogs, coisa que há tempos não faço.

Felicidade a todos!

11 comentários:

Giselle disse...

Ví,
ficou lindo o lay novo, amei !!!!
Passa á que tem presentinho para vc,
beijos

Camilla disse...

Ô amor, que bom que voltou. Estava com saudade dos seus textos, sempre lindos é claro. Tenho saudade da época que escrevia compulsivamente...rsrs... afinal, os blogs foram nossos cupidos.

Owwww amor, vc assassinou meu antigo layout. Que isso! Vejo que preciso colocar as mãos na massa de novo. hehehe

TE AMO DEMAIS, MEU AMORZINHOOO!

Bjão.

Beatriz disse...

É bom voltar ao teu blog, depois de uma prolongada ausência, e me deparar com esta expressão de um amor tão lindo!

Fico feliz de saber que estás bem, meu amigo, que tudo está se encaminhando de forma favorável na tua vida.

Encerrei o blog CARTAS..., e estou agora num novo cantinho onde espero continuar a receber tuas visitas (http://meirelesbeatriz.blogs.sapo.pt)

Achei muita bonita a mensagem que o teu amor deixou na postagem anterior. Vou lá conhecer seu blog.

Fica um beijo no teu coração, com meu carinho.

Camilla disse...

O importante é voltar!!

Beijos

Idylla disse...

Ai Vini tava lendo o post abaixo q sua namorada escreveu....nossa q lindoooooooooooooooo!!! kero um amor tb buáaaaaa huahuahuhauhau....
Seja feliz pq vc mereceeee...bjooo

Kaírlley Rabelo disse...

Oi, Oi, Oi, Oi! ;p
Voltou né, sumidinho?
Eu também voltei! :)
kakakakaka
Ok, parei... Não te encho mais
o saco "/
Beijos
Tchau, cunhadinho!

Srtª Elis: disse...

Sempre que venho ao seu blog sinto uma energia muito legal de um cara que lEva a vida numa boa..como ela deve ser levada...
aquele cliche..: deixa a vida me levar...deveria ser um mantra em nossas mentes...
abração vinicius...!

Bia Kohle disse...

De volta!
Muito bom!
Sinta-se a vontade para contar com um ombro desconhecido sempre que precisar nessa sua nova jornada em busca do novo!

\"Kahbia" e "Eu Não Consigo Odiar Ninguém" atualizados!

Nanita disse...

Ain, que bom que voce voltou.
E melhor ainda é você ter voltado com toda essa felicidade a mostra.

E sobre a minha historia.
Aquele é o final dele, ele nao ligaria mais pra ele e assim acaba. Como acontece toda hora ela tinha acabado de perde a grande chance da vida dela de ser feliz.

:*

Marcela disse...

A vida realmente é simples, e o ser humano tem o dom de complicas tudo. Mas creio que depende só das pessoas verem o quão simples é a vida, e deixarem de lado neuras e pensamentos ruins.
Com o passar dos anos parecemos nos acostumar com os problemas.

O belíssimo texto que eu coloquei no meu blog é da Martha Medeiros, adoro as crônicas dela!

Abraços.

Eu® disse...

Que bonitinho, o amor está no ar!