segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Luto pelo Brasil


Estou em profundo luto! Num dia em que deveria estar comemorando a nossa grande festa cívica e democrática, encontro dentro de mim um sentimento imenso de pesar, dor, angústia e medo. Medo do triste futuro que parece se desenhar a cada momento. Medo de pensar no país o qual apresentarei aos meus filhos e netos. Medo de que nossos sonhos não venham a se realizar...

Fomos muito mal nessas eleições. Decidimos brincar com a maior arma que temos, que é nosso voto. Fizemos protesto quando deveríamos fazer escolhas. Entregamos o nosso futuro e os nossos projetos a pessoas que simplesmente brincam com a nossa capacidade de discernimento e de compreensão, como se não fôssemos capazes de entender que o poder é uma coisa séria, e não permite brincadeiras.

Brincar com nosso voto é brincar com nosso futuro, e acima de tudo, gerar uma enorme incerteza quanto ao que encontraremos daqui para a frente. Eleger representantes significa transferir para eles a força de mudar o nosso destino, de garantir o nosso pão de cada dia, de assegurar saúde, educação, lazer... quando deveríamos lutar, demos risada.

Receio que nossos risos tenham ficado na cabina de votação, e que, num futuro próximo, não tenhamos mais motivos para rir. O que o povo brasileiro fez nas urnas neste domingo me entristeceu profundamente, como brasileiro que ama o seu país, e acima de tudo como cidadão consciente, que analisa, estuda, questiona e tenta escolher o melhor para seu país. Sinto-me desajustado ao perceber que ainda não estamos sequer em vias de entender a importância destes domingos de eleição. É dolorido ver que encaramos um momento tão importante como apenas mais um contratempo burocrático que nos tira da cama num domingo, ou que nos impede de tomar a sagrada cervejinha com os amigos. O que é direito virou contratempo. O que é nossa força, virou nosso percalço.

A seguir assim, estaremos fadados a ter que viver, daqui há 10, 20 ou 30 anos, num país de grandes incertezas, onde ao procurar um hospital público nos depararemos com um palhaço, rindo da nossa cara e dizendo: "agora morra abestado, porque pior do que tá não fica!"

4 comentários:

Paulinha Barreto disse...

Realmente é uma lástima.

Isa** disse...

Fiquei impressionada com tamanha burrice. ¬¬ Se isso é voto de protesto, é melhor que ngm proteste mais! Vamos nos recolher à passividade da nossa ignorância, pq, pior do que tá, pode ficar sempre... =/

Ariana disse...

Eu fiquei perplexa com tamanha burrice, pois pra mim quem votou nele é pq é muito burro com o perdão da palavra!


Lamentavel!


Beijos

thais disse...

Acredito que coisas ditas pelo Tiririca como "não sei o que um deputado faz, mas vote em mim que eu te conto", são só brincadeiras, não posso acreditar que esse tipo de coisa é real...oO