sexta-feira, 20 de agosto de 2010

O Fim


São 3:18 da madrugada, e eu não vejo a luz! Não vejo mais aqueles lindos sonhos que habitavam as minhas noites, a torcer para assistir a mais um sol levantando no horizonte, com aquele sorriso de quem viu a primeira borboleta da manhã. Não vejo mais a minha vontade de seguir em frente, de viver, de fazer diferente e acima de tudo de ser eu mesmo, dentro da minha essência, com minhas fragilidades e acertos, mas sempre eu mesmo.

Porque não importa o quanto eu tente, o quanto eu lute, sempre por um motivo ou outro, acabo desfalecendo-me mais uma vez, e os poucos tijolos que com muito esforço eu consigo levantar, são repentinamente arrastados pela assombrosa força da natureza, e esta, definitivamente, não comunga comigo.

Eu fiz o que pude, lutei no limiar das minhas forças, e chego, honestamente, a acreditar que tudo que eu sempre busquei não passa de uma mera ilusão, ou uma utopia de uma mente romântica. A vida aqui fora é dolorosa demais, machuca, fere, sangra, e quando achamos que o caminho nos proporcionará algum alento ao fim do túnel, este termina de repente num imenso buraco negro sem fim. É assim que tenho vivido. As esperanças fogem-me entre os dedos, e eu simplesmente não sei mais como controlar essa minha insistente vontade de sumir, não existir, não ser, e nunca ter sido, aquilo que eu sempre fui.

Honestidade, sinceridade, força, caráter e sonhos sempre foram elementos que permearam o meu viver, mas agora, tudo isso parece incrivelmente obsoleto. Não apenas por ver algo pelo qual eu tanto lutei, aos poucos, virar fumaça, mas por perceber que enquanto eu fazia força para acender a fogueira da minha vida, o vento soprava, sempre, querendo apagá-la.

Eu desisto. Não vou ser forte o suficiente para entregar minha vida à desconhecida morte, pois temo até mesmo as coisas que conheço. Porém, não consigo mais enxergar aquele campo verde que me trouxe até aqui. Conformo-me em simplesmente viver, dia após dia, sem ter metas, desejos, vontades ou motivos pelos quais lutar, já que minhas últimas forças tornaram-se apenas fagulhas de uma alegria que de tão merecedor que eu fui, nunca mereci viver.

4 comentários:

Isa** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isa** disse...

Isso, seja isso mesmo, um FRACASSADO! Concorde com as forças que te puxam para baixo, seja conivente com tudo que te causa mal. Vc e sua tristeza são realmente GRANDES parceiros. Vc se entregou a ela de tal forma que nem mesmo as pessoas que vc espera que tenham força pra te erguer podem, de fato, fazer isso. A escolha de ser feliz ou triste é exclusivamente SUA e uma coisa ou outra INDEPENDEM de fatores externos. É vc e SOMENTE vc que tem o poder de mudar sua própria vida e, se vc desiste dela, NADA mais pode ser feito. Espero que essa letargia passe, pq se não passar, pior pra vc. O mundo perderia um pouco de brilho sem vc nele, mas continuaria a girar, com certeza. Vc precisa aprender com os obstáculos e não se jogar sobre eles como um perdedor. Vc não é um perdedor, então, não aja como tal. Ajude-se, ame-se, supere as intempéries. O sucesso alcança quem não desiste dele. Quem se entrega só merece mesmo o abismo da solidão de si mesmo. Não quero isso pra vc. Vc tbm não deveria querer...

Marcela Fernanda disse...

Depois do coment acima, oq mais eu poderia dizer?! ;)

Thais motta ~ disse...

PERA AI ,
eu devo estar lendo o post erado , de um blog qualquer que eu abri pela internet, porque definitivamente .. é inaceitável. Vini, meu querido . Nos somos do tamanho que queremos ser . E isso , você - inteligente que só- já deveria saber. você sempre teve um sorriso tão bonito , um jeito alegre que contagiava todo mundo e de repente acha que não deveria viver ?
Como assim ?
Eu não sei o que se passa por ai , tanto tempo que a gente não se fala , mas posso imaginar .. certamente o que é ,
me manda um email , desabafa! Gosto tanto de vc, Não to entrando no orkut , mas tenho acessado diariamente o email .. e queria muito saber o que se passa por ai ..

Seja lá o que for, não desanima .
Você merece ser feliz , e bem lá no fundo .. você sabe disso!

Um beijo , e fique bem!