quinta-feira, 15 de maio de 2008

"Quando Tudo Está Perdido...

... sempre existe uma luz..."




Estava cobrando de mim mesmo algo mais feliz para escrever. Acredito que acima de tudo, as pessoas expressam, cada um a sua forma, o conteúdo de suas almas. Seja através de palavras, gestos ou mesmo com o silêncio. Portanto, ao menos para quem tem um mínimo de autenticidade, expressar alegria significa senti-la de fato, independentemente do nível de alegria que porventura possamos estar vivendo.

Estava tudo tão difícil, que cheguei até a ser confundido com um ateu! É isso mesmo. Preciso admitir que por vezes, olhando para o mundo com meus sempre céticos olhos, ficava muito difícil enxergar algo de bom diante de tantos atropelos, maldades, egoísmos que presenciamos diariamente no trabalho, na faculdade, nas ruas ou mesmo sentados a frente de um computador.

Mas tenho pensado bastante a respeito disso, e percebi que há sim uma saída. Percebi que o segredo está na forma que decidimos encarar os fatos. Se existe um pavio de luz, precisamos focar nosso olhar nele, por menor que este seja. O fato de existir sempre uma solução, e a possibilidade de ter a certeza que esta solução está sempre escondida num canto do nosso cérebro, realmente anima. É preciso discernimento e maturidade para enxergar coisas que a vida nos mostra o tempo todo, mas que diante da nossa sensibilidade para captar apenas as maldades que nos rodeiam, tornam-se difíceis de serem vistas.

Olhei um pouco ao redor, e vi que existem pessoas que sentem uma revolta silenciosa, assim como eu. Vi que ainda existem mentes que raciocinam, seres que sabem que a existência humana não pode reduzir-se à primeira pessoa. Muitas vezes na minha vida senti-me um raríssimo exemplo de extraterrestre, daqueles que jamais conseguiriam pousar seus pés no planeta terra. Muitas vezes faltou-me o ar diante de todas as coisas que eu via, e sentia meus braços amarrados como se eu não passasse de mais um ser incapaz. Eu descobri que somos capazes de muito pouco mesmo, mas ao menos ainda podemos fazer algo, por nós mesmos e pelos outros. Então, recorramos a isso!

Aprendi que a felicidade encontra-se escondida dentro de nós mesmos através da forma como enxergamos o mundo, e é exatamente esta forma que guiará a nossa vida e transformará nossos sonhos em algo ao menos possível de ser realizado. Aprendi que dá pra ser feliz, e que posso tentar contentar-me em fazer a minha parte, em lutar ao meu modo para que toda essa catástrofe possa ser amenizada. Se continuasse a pensar como antes, seria como aceitar que a esta altura até mesmo Jesus Cristo estaria depressivo e com péssima auto-estima, porque ninguém mais que Ele tentou consertar os erros da humanidade, e no entanto, está sendo obrigado a assistir todos aos nossos absurdos.

Eu, com minha cruel insignificância, vou tentando fazer o que acho certo, e Deus me perdoe se eu estiver errado. Quero apenas poder deitar a cabeça a noite e dormir tranqüilo, e se possível até sonhar, mas sonhar de verdade, sem ter em minha mente o peso do remorso de ter dado um sorriso às custas das lágrimas de alguém. Sejamos felizes por coisas pequenas, porque o mundo gira, e sempre haverá o amanhã. Quem sabe um dia as pessoas entendam de fato o real significado da palavra AMOR? Preciso saber, antes de tudo, se EU já entendi.

12 comentários:

KaKa Fuinha disse...

eu, como extraterrestre assumida, um verdadeiro caso perdido, entendo o que vc disse...
e ainda acrescento que ateu é quem não tem religião... quem e chamou de ateu tava querendo dizer agnostico, agonostico não acredia em deus...
eu sei pq sou os dois...
bom, amei seu texto, sempre amo
até a proxima
bjo

Flávia Fabri Cesário disse...

Nada está perdido quando temos esperança e fé em Deus! E Deus manifesta-se de todas as formas! Basta prestar atenção ao seu redor! No milagre do parto, na beleza e perfeição de uma montanha, com árvores, pássaros, animais, flores vivendo em harmonia. Está dentro de você, guardando seus sentimentos puros e bons!
Beijos!

Flávia Fabri Cesário disse...

Oi Vini! Eu já percebi isso, mas não sei como tirar! Vc não é o primeiro a reclamar. Será que é do contador de visitas?
Beijos!

Nanita disse...

Obrigado pela visita :)
Volte mais vezes,.

E acabo de te linkar.

Beijos :*

Lizzie disse...

Eu fico feliz com posts felizes. *sorriso*
Sabes, acredito muito nos aprendizados humanos; precisamos aprender a conviver mais harmoniosa e humanamente uns com os outros.
Revolta silenciosa? Eu não sinto, e acredito que você também não. Toda a nossa revolta é exprimida no papel, no blog, é escrita, falada, gritada. E isso é uma dádiva.

Já falei que me encanta a forma com que você escreve? Pois bem, muda o humor ou o tema e o estilo fica o mesmo, imutável.

Beijocas
www.lizziepohlmann.com

*Raíssa disse...

Algumas soluções são tão absurdas que é melhor deixar tudo como está.
Quanto ao amor, é complicado demais entendê-lo. Alguns dizem entender sobre o amor, mas não passam de meros tolos.
Te linkei também.
Beijos

Dani disse...

Acho que o ser humano é um eterno insatisfeito, onde nada está 100% e assim, deixamos de contemplar as coisas que são realmente significantes para nós. Não falo se coisas materiais e sim existenciais...
Obrigada pela visitinha e gostei do seu cantinho tbm.
Bjs

Flávia disse...

vinícius, querido, obrigada pela visita que me fez. Gostei demais do seu blog e do seu jeito de escrever... e esse post, em especial, me tocou o coraçao. Obrigada aida pelo link, vou levar o seu comigo também. Talvez não consiga colocá-lo ainda hoje, mas amanhã estará devidamente no seu lugar ;)

Beijão!

Andréia disse...

olá! que lindo o post. adorei! eu acho difícil as pessoas aprenderem o significado do amor pq elas preferem serem iludidas só mesmo o milagre do amor de Cristo para nos ensinar tal coisa.

beijosssssss

Miguel Barroso disse...

Belo texto, em dúvida. Abraços d´A SEIVA e do EU, SER IMPERFEITO.

Glenda Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Glenda Melo disse...

Realmente escrevemos deixando os sentimentos aflorarem...rsrs...
Só mudando a nós mesmos nas pequenas coisas que conseguiremos mudar outras maiores,somente sentindo-nos felizes com as coisas pequenas conseguiremos nos alegrar com as maiores...
ps:obrigada por ter me linkado,temos que divulgar as pessoas que estão em sintonia conosco...rsrs
bj